Frente Parlamentar vai debater exploração de sal-gema no Norte do ES

Defensor da exploração de sal-gema no ES há anos, deputado Marcelo Santos é secretário executivo da Frente Parlamentar. / Foto: Bruno Fritz

 

O deputado estadual Marcelo Santos (Podemos/ES) participou da primeira reunião da Frente Parlamentar de Apoio e Debate a Exploração das Jazidas de Sal-Gema, realizada, de forma virtual, na manhã desta quarta-feira (16), a fim de discutir soluções ao assunto, que se arrasta há anos. Parlamentar vem defendendo a exploração em Conceição da Barra, norte do Estado, que possui uma das maiores jazidas em território brasileiro e pode gerar emprego e renda na região. 

“Tenho defendido arduamente a importância desses debates para articularmos, estrategicamente, as ações que não prejudicarão o meio ambiente com a exploração dessa rocha. Me recordo que, infelizmente, o Governo Federal não quis permitir a exploração, em meados de 2009. Nossa luta não foi cessada, retomamos a discussão para fortalecer o nosso propósito: engrandecer o mercado salineiro brasileiro”, comentou Marcelo, que também é vice-presidente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales). 

A exploração negada que o deputado comentou, ocorreu no mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pode ter sido resultado de pressão da então governadora do Rio Grande do Norte, Wilma de Farias (PSB), citando impactos na região de Mossoró. O parlamentar acompanha recorrentemente o tema desde então e a Frente atual foi criada para, mais uma vez, analisar e estudar projetos que visem a regulamentação, garantindo a participação popular e das instituições públicas ou privadas interessada no assunto. 

Jazida de sal-gema em Conceição da Barra representa 70% das reservas do país. / Foto: Reprodução

“As jazidas que estavam com a Petrobrás não estavam sendo exploradas e, com isso, uma nova atividade econômica pode ser criada no Espírito Santo, alavancando o desenvolvimento do nosso Estado. Estou nessa luta há anos porque sei que nós temos capacidade para entrar nesse mercado, com investidores de todo o Brasil interessados na exploração de sal-gema", explicou o deputado estadual e secretário-executivo da Frente Parlamentar. 

 A tese também foi mencionada por deputados federais que defendem leilão da jazida pelo governo federal e acreditam que pode acontecer nos próximos meses. 

O deputado Marcelo Santos seguiu defendendo da tribuna da Assembleia Legislativa a exploração das jazidas de sal-gema localizadas no município de Conceição da Barra, descoberta há mais de 40 anos e que concentram a maior reserva do país e uma das maiores da América Latina, com uma área de aproximadamente 300 mil metros quadrados. Reforçou também a sua posição de que o objetivo das reuniões da Frente Parlamentar é uma parceria nacional. 

Na indústria, a rocha pode ser utilizada como matéria prima para obter cloro, soda cáustica, bicarbonato de sódio, segmentos de celulose, produtos de higiene, farmacêuticos e cosméticos, tintas e muitos outros. Sendo utilizado também no tratamento de água e purificação de gases.

Assessoria de comunicação

Data de Publicação: quarta-feira, 16 de junho de 2021

LEIA MAIS...

Governador garante construção de Centro de Eventos em Guaçuí
Projeto de lei quer transferir capital do Estado para Cariacica no dia do Padroeiro
Governador recebe pacote de sugestões para desburocratizar obras públicas