Marcelo Santos sugere liberação de supermercados para venda de produtos

Marcelo Santos discursa durante sessão da Assembleia / Reprodução

Deputado conversou com governador e sugeriu mudanças na proibição de venda destes itens e que restaurantes possam oferecer serviço de retirada. 

Na sessão ordinária de hoje (23), o deputado estadual Marcelo Santos (PODE) discursou acerca do novo decreto Nº 4838-R, publicado pelo governador Renato Casagrande, que envolve o fechamento de serviços considerados não-essenciais e elencou medidas restritivas ao comércio capixaba no intuito de combater a disseminação do coronavírus. Para o parlamentar, o decreto precisa ser revisto pela equipe do Governo estadual. 

Um desses vetos está relacionado a supermercados que estão proibidos de vender "eletrodomésticos, eletrônicos, equipamentos de informática, ferramentas, vestuário e acessórios, calçados, artigos de cama, itens de decoração e equivalentes, que deverão ser retirados dos mostruários ou segregados dos demais produtos vendidos com o uso de fitas ou outros mecanismos de separação." 

O deputado Marcelo Santos conversou com o governador e sugeriu reavaliar tal proibição. “Hoje eu fiz contato com o governador Renato Casagrande, levei a ele as restrições do funcionamento de diversas atividades comerciais. A população solicita e necessita desses itens comercializados bloqueados pelo decreto. Um dado importante que eu pedi a ele foi para que pudesse reavaliar, com a sensibilidade que tem e junto com a sua equipe, os efeitos colaterais desse decreto. Por exemplo: o capixaba, que é dono de restaurante, pode sofrer com uma perda de um touchscreen do equipamento de seu comércio e ao ir trocá-lo para seguir com o seu trabalho, é totalmente prejudicado por não poder comprar. As lojas estão fechadas e os supermercados proibidos de vender. A situação é lamentável.” 

MUDANÇA NOS SISTEMAS DE ENTREGA 

As medidas do novo decreto permitem que os todos os restaurantes capixabas funcionem, somente, por sistema delivery, aquele em que motoristas e/ou motociclistas levam o pedido até o endereço solicitado. 

O deputado Marcelo destacou a importância de seguir as regras de distanciamento social, utilização de álcool em gel, máscara e respeito à não-aglomeração e sugeriu uma mudança no ato: 

“Sugiro que seja permitido àqueles cidadãos que desejam buscar o seu alimento nos restaurantes, utilizando o sistema de drive-thru. É importante ressaltar todos os critérios de distanciamento, mas deveria ser dado aos cidadãos esse direito, afrouxando a medida, que antes já era estabelecida. O sistema de delivery é considerável para conter a contaminação, mas, às vezes, o restaurante está a 10 metros da residência de uma pessoa e com esse ato, ela não pode optar pela busca. Por isso, a reavaliação dessa restrição realizada pelo Governador é tão importante para atender a demanda da população capixaba.” 

No final de seu discurso, o deputado Adilson Espindula (PTB) parabenizou Marcelo Santos pelo registro: “A fala do deputado Marcelo Santos demonstra as reais demandas da população, as últimas restrições decretadas, realmente, deveriam ser reformuladas. Os capixabas podem ir aos supermercados, mas não podem comprar determinados itens, como um chinelo, por exemplo. Distinguir a real necessidade de tal é bem complicado. Parabéns pela iniciativa, deputado!” 

 

Assessoria de Comunicação

Data de Publicação: terça-feira, 23 de março de 2021

LEIA MAIS...

Marcelo Santos pede pacote de auxílio a comércio, bares e restaurantes
Marcelo Santos entrega equipamentos no Noroeste do Estado
Marcelo Santos conquista 100 novas armas para Guarda de Anchieta