AVISO DE PAUTA: Comissão de Petróleo e Gás realiza audiência pública para debater remodelação do Fundo de Desigualdades Regionais

Evento é promovido pela Comissão de Petróleo e Gás da Assembleia

O deputado estadual Marcelo Santos, por meio da Comissão de Petróleo e Gás da Assembleia Legislativa, realiza nesta quarta-feira (23), a audiência pública “Fundo para Redução de Desigualdades Regionais e os impactos da decisão do STF”. O evento terá a presença do presidente da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes) e prefeito de Viana, Gilson Daniel, além de demais prefeitos, e será realizado na Assembleia Legislativa. 

O intuito é discutir junto à sociedade civil e Poder Público uma alternativa ao Fundo de Desigualdades Regionais diante da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que definiu que os Estados devem fazer a redistribuição de 25% de seus royalties para todos os municípios de seu território. Para calcular essa destinação, devem ser utilizados os mesmos critérios para a repartição de receitas do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Prestação de Serviços (ICMS), que considera o Índice de Participação dos Municípios (IPM), ou seja, a atividade econômica das cidades, concorrendo com o Fundo criado pelo governo capixaba ainda em 2006.

A lei do Fundo para Redução das Desigualdades Regionais foi desenvolvida como uma compensação destinada apenas aos municípios que não são grandes produtores de petróleo, ou seja, que recebem menos de 2% dos repasses e que têm participação no ICMS de no máximo 10%. Inicialmente, os recursos só poderiam ser aplicados em investimentos, porém, desde 2014, foi autorizado o uso dos recursos para verbas de custeio, como água, luz e telefone. Este ano, as administrações municipais puderam utilizar até 50% destes recursos para custeio.

"Com essa nova divisão dos royalties, algumas cidades perdem recursos e o Estado pode, hoje, fazer com que os municípios sofram um impacto menor. Agora, diante destes novos desafios, realizaremos esse debate para que possamos equacionar essa questão e não extinguir o Fundo de Redução das Desigualdades Regionais, mas remodelá-lo, readequá-lo", explicou Marcelo Santos.

 

SERVIÇO: Audiência pública sobre remodelação do Fundo de Desigualdades Regionais

Data: quarta-feira, 23 de outubro

Local: Assembleia Legislativa - Plenário Judith Leão

Endereço: Avenida Américo Buaiz, nº 205, Enseada do Suá - Vitória/ES

Horário: 15h

Assessoria de Comunicação

Data de Publicação: terça-feira, 22 de outubro de 2019

LEIA MAIS...

Projetos dos terminais do aquaviário saem em 120 dias
Audiência pública vai debater redistribuição dos royalties
Comissão de Infraestrutura da Assembleia vai coordenar grupo de trabalho para desburocratizar e fiscalizar obras no Estado